Médicos alertam para contaminação por peixe cru

Image result for contaminação peixe cru

A anisakiasis, é uma doença causada pela ingestão de peixes ou frutos do mar contaminados por parasitas. A doença está aumentando nos países ocidentais, onde comer sushi e outros pratos de peixe e marisco crus ou mal cozidos ganhou popularidade, de acordo com um relatório publicado na BMJ Case Reports.

Os autores desse levantamento retrataram a doença a partir da experiência de um homem previamente saudável de 32 anos de idade que desenvolveu dor no intestino superior grave, vômitos e febre que durou uma semana antes de entrar no hospital.

A Dra. Joana Carmo, principal autora do estudo e médica do departamento de gastroenterologia do Hospital de Egas Moniz em Lisboa, e seus coautores, dizem que um exame físico indicou distensão abdominal, enquanto os resultados do laboratório mostraram um aumento de glóbulos brancos no sangue, o que é um sinal típico de infecção.

Durante uma entrevista, o homem disse que recentemente tinha comido sushi. Com base nesta informação dietética, seus médicos realizaram uma endoscopia gastrointestinal superior: um exame não-cirúrgico do aparelho digestivo, usando um tubo flexível com uma luz e uma câmera no final. Esta visão interna revelou que a membrana intestinal estava inchada com um parasita firmemente alojado a ela, na extremidade que penetra o estômago. Os médicos removeram o verme larval com uma rede especial para o procedimento, chamada de rede Roth.

A rede Roth é uma pequena rede de plástico que é geralmente usada para remover pólipos do cólon, bem como qualquer outro corpo estranho encontrado no trato digestivo – ou seja, parasitas. Carmo disse após a confirmação do verme: “Anisakis pode infectar salmão, arenque, bacalhau, cavala, lulas, alabote e anchova”. Depois que o parasita foi removido de seu intestino, os sintomas do paciente imediatamente começaram a melhorar.

“Há algumas décadas, os médicos não conheciam esta infecção”, relatou Carmo. O primeiro caso de infecção humana com anisakiasis foi descrito por cientistas na Holanda durante a década de 1960. Como este primeiro registro ocorreu após o paciente ter consumido algum arenque infectado, a infecção foi originalmente referida como “doença do verme de arenque”. Desde então, casos têm aparecido em muitos outros países, embora “principalmente no Japão por causa da ingestão frequente de peixe cru”, disse Carmo.

Números altos no Japão e na Espanha

Miguel Bao, um estudante de doutorado em sistemas de biologia na Universidade de Aberdeen, que não estava envolvido no novo estudo, disse que o Japão têm cerca de 2.000 a 3.000 casos de anisakiasis diagnosticado a cada ano.

No entanto, estimativas recentes sugerem que cerca de 8.000 casos anuais de anisakiasis podem estar ocorrendo na Espanha devido ao consumo de anchovas cruas e marinadas, disse Bao. Ele explicou que os casos na Espanha são baseados em uma avaliação de risco, mas os casos japoneses são baseados em diagnósticos reais, de modo que uma comparação direta “não é válida”.