Como o marketing pode se transformar mediante as culturas, festividades e épocas do ano

O marketing, a publicidade e a propaganda são estratégias que conseguem contornar a vontade do ser humano em realmente comprar e adquirir um certo produto. Para tal, é possível observar que durante épocas específicas do ano ou datas comemorativas, as marcas tendem a lançar produtos de edição limitada, ou mesmo, embalagens diferenciadas que podem seduzir o cliente pelo simples fato de apresentar uma nova roupagem, com outra embalagem que faça um link entre o tema de festividade e o produto em si. E por meio disso, novos produtos podem ser lançados, que dependendo da recepção por parte do público alvo, pode se manter como um padrão e se manter sob contínua produção e venda.

O Japão é um dos principais países do mundo que possui uma população majoritariamente curiosa em provar edições limitadas e produtos novos que são lançados no mercado. Por lá esse costume é tão grande, que há linhas de alimentos que são específicas por regiões, como é o caso do chocolate KitKat, em que há até 200 diferentes tipos de sabores diferentes, seja pela localização, época do ano, festividade ou qualquer outro motivo que propicie à empresa lançar uma nova leva de chocolates da marca. Pode-se encontrar sabores dos mais diversos e estranhos, dentre os quais têm-se: citrus golden blend, morango, maçã de Shinsu, edamame (soja verde), pera, batata-doce, pimenta japonesa, biscoito de canela, cheesecake de morago, cheese de mirtilo, matcha (chá verde em pó), hojicha (chá verde torrado), xarope de açúcar mascavo, sanduíche de anko (feijão vermelho) e até wasabi.

Em contrapartida ao que se observa no Japão, o Brasil ainda é um país muito avesso à novos produtos, pois há uma maior rejeição a sabores, essencias, embalagens e diferentes fatores que introduzam uma linha de produtos a uma marca já consolidada. Por sua vez, o chocolate KitKat no Brasil se encontra apenas em sabores que variem um pouco já tradicional, que é de chocolate ao leite, sendo: chocolate branco, amargo, sorvete de chocolate e barras de wafer. Dessa forma, o marketing, a publicidade e a propaganda têm fortes responsabilidades em desenvolver um modelo que gere uma gama de produtos ou design que vão atrair o público, apesar de não terem intenção primária em comprar.