Agência chinesa anuncia sensor capaz de entender as emoções

“Eu sei o que você sente”, foi o lema final de uma amostra feita por uma cientista do Future Media Convergence Institute, chamada Wang Chen. Ela explicou a inovação da Xinhua, uma das mais influentes agências de comunicação da China, com aproximadamente 130 milhões de terminais espalhados em diversas regiões da China, além de mais de 200 milhões de unidades moveis. A Xinhua esta investindo em sensores que analisam as batidas do coração, captação da íris e treinamento de pilotos de drones.

Um dos produtos que a gigante chinesa irá lançar é um sensor similar a um relógio, que ao ser usado no braço e nas pontas dos dedos calcula o ritmo do coração do usuário. A ideia é esse aparelho ser usado durante experiências emocionais, como uma peça de teatro, uma música ou diante de uma propaganda de algum lançamento. Esse aparelho pode ser usado também para entender as inclinações politicas do usuário, no que concerne a suas aceitações de propostas em determinada classe social, ou grupo de pessoas.

Segundo Wang, esse sensor tem a capacidade de identificar diferentes tipos de reações, separando-as por idade e sexo. “Eu estou aqui, diante de vocês, dando essa pequena palestra. Mas eu não sei o quanto dela vocês estão gostando, qual parte lhes chamou mais atenção, que pontos despertou mais seus interesses”, dando a entender que com o sensor ele teria essas informações.

Ela destaca ainda a capacidade do sensor de conseguir identificar o quão cansado uma pessoa possa estar através dos sinais captados pela íris, tal funcionalidade poderia ser usado em motoristas, e teria capacidade detectar riscos de acidentes, conseguindo se conectar através de um aplicativo com parentes e amigos indicados pelo usuário.

A agência possui também um centro de treinamento para pilotos de drones, que situasse numa região afastada de Berlim. O local possui uma oficina de drones e centros de simulação para evitar acidentes e desperdícios de aeronaves enquanto a pessoa ainda não souber controla-la adequadamente. A Xinhua acredita no potencial que os drones podem oferecer na economia do país.

Chambers Latin America avalia escritório onde Ricardo Tosto é sócio-fundador

Embora chegue ao Brasil apenas no final de 2017, a edição referente ao ano de 2018 do guia Chambers Latin America já foi publicada. Como é de praxe, o Leite, Tosto e Barros, escritório que possui Ricardo Tosto como sócio, resolveu participar das avaliações do diretório. A instituição avaliadora, contudo, consiste numa organização que realiza minuciosas análises acerca de estabelecimentos e profissionais que atuam no segmento jurídico, de maneira a divulgar detalhes daqueles que mais se sobressaíram no período analisado.

Em relação aos destaques do escritório onde atua Ricardo Tosto, o guia trouxe o fato da empresa ter apresentado boa performance na área que cuida de disputas que vão à litígio.

Somente neste departamento, a advocacia em questão contou com a presença de 91 advogados. As atividades que proporcionaram boas avaliações à organização foram aquelas envolvendo assuntos bancários, trabalhistas, relativos à recuperação de crédito, ações públicas, dentre outros. Os setores que lidam com clientes do ramo da construção civil também receberam boas pontuações pela publicação.

O diretório também levou em consideração o que dizem os clientes sobre o desempenho dos participantes. Nessa edição, a advocacia de Ricardo Tosto foi lembrada pela clientela pelo fato de ser detentora de grande concentração de conhecimento da área de atuação, bem como pela maneira com que os profissionais se comprometem com os trabalhos, dando-lhes sempre um acompanhamento adequado. A presteza em esclarecer dúvidas foi outra característica elencada pelos consumidores como um fator que diferencia a empresa das demais do ramo.

Representações emblemáticas contribuíram por acarretar ao escritório posições destacadas dentro da última edição do Chambers Latin America. Em uma das ocasiões, a advocacia atuou em um caso que movimentou cerca de 16 milhões de dólares. Trata-se de um processo originado por uma grande empresa frigorífica contra um banco de expressividade mundial. Empresas atuantes no ramo da aviação, assim como algumas do setor automobilístico também engrossaram a lista de clientes da companhia.

A relação entre a empresa e os clientes, segundo as avaliações do guia, foi reforçada pela atuação de Paulo Guilherme de Mendonça Lopes, advogado responsável por esse tipo de interação dentro da organização. Presente em três estados, o escritório conta atualmente com mais de 300 profissionais distribuídos nas unidades de São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. Somente no departamento onde Ricardo Tosto atua, há a presença de 12 associados, 27 sócios e a consultoria prestada por Paulino Brancato Neto, profissional que passou a responder pelo novo departamento aberto dentro da instituição, o segmento que trata de assuntos relacionados à saúde e previdência complementar.

O leque dos segmentos compreendidos pelo escritório avaliado é bastante extenso. Dentre os principais ramos de atuação do Leite, Tosto e Barros estão aqueles ligados aos meios bancário, imobiliário, familiares e sucessórios, eleitorais, de reestruturação e falência, empresariais, dentre outros. Além da Chambers Latin America, a advocacia também foi citada por outro diretório similar. Trata-se do Latin Lawyer 250, que na edição de 2016 apontou o advogado Ricardo Tosto como um dos mais relevantes dentro da empresa pelo desempenho obtido em ações contenciosas.

 

As maiores taxas de natalidade do mundo ocorrem em países africanos

O nascimento de bebês é um fato muito valioso para qualquer país, já que o futuro de todos eles dependem disso. Mas em alguns lugares do planeta, a taxa de natalidade vem apresentando índices muito altos, principalmente as taxas que são encontradas no continente africano. As maiores taxas encontradas no planeta a cada mil pessoas por ano, são:

Níger – Com uma taxa de natalidade anual de 46.12, este país que fica no oeste da África possui uma população de quase dezesseis milhões de pessoas. Apesar da sua população não ser muito grande, a sua taxa de natalidade é a maior do mundo.

Mali – A taxa de natalidade anual desse país é de 45.53, sendo que Mali é o oitavo maior país africano. Apesar da sua grande extensão territorial, a população do país é de quatorze milhões de pessoas e a sua taxa de natalidade atualmente, é a segunda maior do mundo, com uma média de seis filhos para cada mulher no país.

Uganda – Com a sua taxa de natalidade anual em 44.17, esse país é um dos mais populosos da África Oriental, com cerca de 34 milhões de pessoas. O país possui muitos jovens entre os seus habitantes e possui a terceira maior taxa de natalidade mundial.

Zâmbia – A taxa de natalidade anual desse país é de 42.46, e ele está localizado no sul da África. Os números populacionais desse país vêm aumentando desde 1931, fazendo de Zâmbia o quarto país com a taxa de natalidade mais alta do mundo.

Burkina Faso – Com a sua taxa de natalidade anual de 42.42, esse país pequeno e sem região litorânea, possui uma população de dezessete milhões de pessoas, apresentando a quinta maior taxa de natalidade do planeta.

Burundi – Com uma taxa anual de natalidade de 42.33, esse país fica no leste da África. A sua população é de dez milhões de habitantes, sendo que a maior parte mora em regiões rurais do país, e somente 13% da população vivem em áreas urbanas. Antiga colônia alemã,  Burundi  possui a sexta maior taxa de natalidade do mundo.

 

As sete cachoeiras mais impressionantes do planeta

Resultado de imagem para Ban Gioc e Detian Falls, China e Vietnã
Cachoeiras Ban Gioc e Detian Falls, China e Vietnã

Diversas lindas cachoeiras podem ser encontradas pelo mundo, podendo ser apreciadas e visitadas por muitas pessoas. Algumas dessas cachoeiras são de difícil acesso, outras possuem quedas de água bem altas e ainda existem aquelas que possuem um grande volume de águas. As mais belas cachoeiras espalhadas pelo nosso grandioso planeta são:

Cataratas de Vitória, Zimbabwe – Essas cataratas ficam no rio Zambezi, sendo considerada uma das mais belas do mundo, possuindo paisagens inesquecíveis. Ela apresenta uma queda de 108,2 metros e foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco.

Cataratas do Niágara, Estados Unidos e Canadá – Essas cataratas são uma das  mais conhecidas do planeta,  e foi cenário de diversos filmes nos últimos anos. Essa atração é muito visitada todos os anos, e separa os Estados Unidos do Canadá. Essas cataratas estão divididas em três partes, cada uma com uma altura diferente em suas quedas. A Horseshoe Falls possui uma queda de cerca de 57,3 metros, a American Falls cerca de 30,4 metros e Bridal Veil Falls cerca de 23,1 metros.

Ban Gioc e Detian Falls, China e Vietnã – São formadas por duas cachoeiras localizadas no rio Quây Son, na fronteira entre o Vietnã e a China. Na maioria das vezes elas são duas cachoeiras, mas quando ocorre um aumento das águas no verão, elas se tornam apenas uma cachoeira. A maior queda é de cerca de 29,8 metros, e como a queda é grande, ela pode ser ouvida de uma grande distância.

Skógafoss, Islândia – Essa cachoeira fica no rio Skoga, na região sul do país. Essa cachoeira proporciona uma linda paisagem e possui uma largura de 24,9 metros. A sua queda é de 60,9 metros, sendo uma das maiores da Islândia.

Gullfoss, Islândia – Localizada no rio Hvita, essa cachoeira quando é vista de uma distância mais próxima, ela proporciona uma visão espetacular. Depois de apresentar quedas menores, essa cachoeira possui uma queda de cerca de 32 metros.

Cataratas Ángel, Venezuela – Essa cachoeira possui uma das quedas mais altas do planeta, com mais de 950 metros e apresenta um mergulho total de mais de 800 metros. A cachoeira fica em um parque que foi declarado Patrimônio Mundial pela Unesco.

Cataratas do Iguaçu, Argentina e Brasil – Com uma das mais lindas paisagens do mundo, as cataratas dividem esses dois países e podem ser apreciadas tanto do lado brasileiro, como do lado argentino. As cataratas possuem cerca de 275 quedas diferentes, variando de 60 metros a cerca de 82 metros.

 

Diferentes histórias por trás do hábito de colecionar

Um dos hobbies mais legais que o ser humano já inventou é o hobby de organizar coleções. Quem é que nunca teve vontade de adquirir diferentes modelos de um objeto que sempre desejou e estimou? E quem é que nunca começou a colecionar algo por puro modismo e logo o abandonou?

Há coleções que começam ainda quando crianças e continuam por longos anos, e em alguns casos acabam passando de geração para geração, sendo que por detrás do hábito de colecionar podemos encontrar belas memórias afetivas e incríveis histórias.

Coleções de papéis de carta, de álbuns de figurinhas, de carrinhos, de bichinhos de pelúcia, de bonecas e de moedas já estiveram na lista de coleções mais populares, e com certeza já figuraram como as preferidas de muita gente.

Mas se por um lado há as coleções populares e baratas, por outro também existe as coleções exclusivas e milionárias, que geralmente fazem parte do acervo de pessoas privilegiadas.

Nesse grupo se enquadram as obras de arte produzidas por artistas consagrados, os bens de luxos como os automotivos conversíveis e as jóias super caras.

Há também algumas coleções que até causam espanto ou surpresa, como por exemplo a coleção bizarra de chicletes mascados e a inacreditável coleção de cocô fossilizado.

Outra coisa interessante que as coleções podem proporcionar para quem é detentor de um determinado de acervo, são os ganhos e lucros financeiros.

Isso acontece muito com quem mantém ou manteve relações próximas com pessoas da área do entretenimento, já que hoje em dia é comum peças e objetos póstumos de um grande artista serem comparadas a verdadeiras relíquias.

É por isso que frequentemente são notificadas nos meios de comunicação que a exposição dos objetos de tal artista conseguiu ser enorme sucesso de público, ou então que o leilão com os objetos pessoais de uma estrela da música ou do cinema superou todas as expectativas.

Viaje para Nova York com bons preços

Os lugares mais visitados sempre chamam a atenção na hora de planejar uma viagem, no entanto, a alta procura de regiões bem visitadas causa uma elevação dos preços, tornando mais cara uma viagem. Ainda assim aquele destino imperdível acaba fazendo parte das opções para a próxima viagem, no entanto, nem sempre o dinheiro é capaz de acompanhar os valores altos de cidades muito visitadas e valorizadas como Nova York, por exemplo, então nada melhor que buscar as melhores opções para aproveitar um lugar caro sem atrapalhar o orçamento da viagem.

De acordo com uma publicação deste ano pela revista The Economist, Nova York é a sétima cidade mais cara do mundo, mas nem por isso o sonho de conhecer o lugar deve ser deixado de lado. As opções mais acessíveis para o turista que procura por promoções como em qualquer lugar do mundo, não vão faltar. Grandes metrópoles têm sempre os preços mais caros, o ideal para quem curte um ambiente mais urbano é passar poucos dias e conhecer na maior quantidade de tempo possível primeiramente os atrativos gratuitos.

Se o viajante vai ficar hospedado em algum lugar apenas para dormir, o hostel é uma ótima escolha para economizar também com a comida. Os hostels possuem cozinha, o que facilita a alimentação e assim reduz os gastos de uma viagem em Nova York.

Viajar com uma companhia diminui os custos com o táxi, mas sempre que possível prefira os aplicativos como o Uber, ou então o transporte público para percorrer as distâncias de uma cidade grande. O MetroCard NYC custa cerca de US$ 31 para 7 dias. Uma passagem única tem o preço de US$ 2,75.

Hotel não é uma opção econômica, quem realmente quer economizar vai se encantar pelos ótimos preços de um hostel. Não precisa ter hesitação, nos quartos compartilhados todo mundo respeita o seu espaço, para quem prefere mais privacidade um quarto privativo ainda vai sair mais barato que um hotel.

Os “free tours” são imperdíveis para conhecer mais da cultura e da história da cidade sem precisar contratar uma agência ou um guia particular. Essa modalidade conta com uma colaboração voluntária no fim dos passeios.

Com a união de todas essas informações, certamente os custos da viagem terão uma redução significativa.

 

Turismo na Catalunha sofre queda após referendo pela independência

De acordo com uma organização espanhola responsável pelo turismo, a Exceltur, as atividades turísticas na Catalunha já caíram cerca de 15% desde o referendo de independência que foi realizado no último dia 1º de outubro. Até o final do ano, a previsão é de que as reservas nos hotéis tenha uma queda de aproximadamente 20% em comparação ao trimestre anterior.

De acordo com o vice-presidente da Exceltur, José Luis Zoreda, em menos de um mês após o referendo, os impactos econômicos negativos causados no setor turístico catalão já foram maiores do que os provocado pelos atentados terroristas que ocorreram no mês de agosto de 2017 nas cidades de Barcelona e Cambrils, os quais resultaram em uma queda aproximada de 5% no turismo.

Na cidade de Barcelona, os comerciantes da famosa rua Las Ramblas já perceberam uma redução substancial nas atividades, a qual já alcança o índice de 25% segundo eles. Paralelamente, as diárias de alguns hotéis já caíram pela metade nesse período. Caso essa queda alcance o patamar de 20% até o final do ano, as perdas poderão chegar a mais de € 1,2 bilhão.

Com a desaceleração do turismo, os empregos em Barcelona também podem sofrer impactos bem negativos, segundo o executivo da Exceltur, tendo em vista que cerca de 105 mil pessoas trabalham de forma direta ou indireta nesse setor na cidade.

Para José Luis Zoreda, as consequências da queda do turismo, o qual é responsável por aproximadamente 12% do Produto Interno Bruto (PIB) da Catalunha, podem ser tão negativas ou até mais prejudiciais do que as mudanças nas sedes de várias empresas que anunciaram recentemente que  estão deixando a Catalunha  devido as incertezas provocadas pela crise política.

Antes do referendo pela independência, a região da Catalunha, que tem como maiores destaques a capital Barcelona e as praias na área litorânea de Costa Brava, era a região da Espanha que mais atraia turistas estrangeiros. Apenas no ano de 2016, cerca de 18 milhões de visitantes de outros países passaram pelo local, o que representa aproximadamente um quarto de todos os turistas estrangeiros que viajaram para a Espanha no ano.

 

Mudanças na liderança do Bradesco – Luiz Carlos Trabuco Cappi troca de cargo

Há mudanças a vista na liderança do Bradesco. O presidente do conselho administrativo da organização, Lázaro de Mello Brandão, renunciou ao cargo e em seu lugar assume Luiz Carlos Trabuco Cappi que passa a ocupar dois postos: o de presidente do conselho administrativo e presidente executivo. Este último será preenchido por outro executivo do banco.

A perspectiva é que o novo nome seja anunciado em março de 2018, após a assembleia geral com acionistas e a reunião do conselho. Entre os nomes mais cotados para substituir Luiz Carlos Trabuco Cappi estão três vice-presidentes:

Maurício Minas, da área de tecnologia, responsável pela implementação do banco digital da instituição, o Next, e pela liderança no aperfeiçoamento tecnológico dos processos digitais do banco; Alexandre Glüher, da área de Relações com Investidores e Josué Pancini, responsável pela rede de agências e que tem como ponto positivo o tempo de permanência no cargo.

Segundo Luiz Carlos Trabuco Cappi, a decisão pode ser anunciada antes de março: “A instituição tem condições de escolher dentro do atual quadro de executivos quem será o novo presidente,” disse o diretor-presidente em entrevista. Ele também enfatizou que tanto a renúncia de Brandão quanto a decisão substituí-lo foram planejadas e já vinham sendo planejadas com antecedência.

“É evidente que desde lá no passado, quando ele [Brandão] propôs ao conselho minha escolha para vice-presidente [do órgão], ele já tinha um olhar sinalizador com a minha carreira”, afirmou o executivo.

Trabuco confirmou seu sucessor será um membro da diretoria da instituição, que por tradição, opta por um profissional da casa e não por recrutar um presidente no mercado.

Luiz Carlos Trabuco Cappi foi eleito presidente do segundo maior banco privado do Brasil em 2009. Seu maior ato foi a liderança na aquisição da filial brasileira do HSBC em 20015. Na ocasião, o banco estrangeiro foi adquirido por US$ 5,2 bilhões, na maior transação daquele ano e uma das mais expressivas da década.

Nos últimos meses, Trabuco bateu na tecla da digitalização dos processos e negócios do banco, influenciados principalmente pelo crescimento de fintechs nos país. O atual presidente executivo também reforça que o desafio para quem ocupar seu posto é a “alfabetização” dos clientes. Atualmente pouco menos da metade deles (13 milhões dos 27 milhões) aderiram aos recursos digitais do banco.

A saída de Brandão

Lázaro Brandão, com 91 anos, assumirá a presidência do conselho de administração das empresas comandadas pelo Bradesco. O executivo enfatiza que sua renúncia faz parte do processo de renovação da organização. Desde 1990 no cargo de presidente administrativo, ele disse em entrevista que instituição deve acompanhar os processos tecnológicos para oferecer um bom atendimento ao público.

O executivo dedicou boa parte de sua vida ao banco, em que ingressou em 1942, na época ainda chamado de Casa Bancária Almeida & Cia. Brandão passou por vários níveis hierárquicos ao longo de sua carreira, chegando a presidência executiva em 1981.

Luiz Carlos Trabuco Cappi chegou em 1969 como escriturário e galgou um longo caminho até o posto mais alto da instituição.

 

Lobisomem recém-nascido? Finalmente esclarecido o grande mistério

Verdade ou farsa? Realidade ou ficção? Humano ou mutante? Uma série de imagens que circula na internet vem despertando a curiosidade de muita gente, levantando dúvidas e suscitando diversos rumores.

Trata-se de uma pequena e assustadora criatura, metade humana, metade lobo, com garras e dentes caninos, que teria sido encontrada na região de Pahang, oeste da Malásia. Os boatos e suposições começaram a percorrer o mundo todo, com a mesma velocidade em que as imagens foram compartilhadas. Algumas pessoas chegaram a até se impressionar, inclusive no Brasil.

No Facebook, por exemplo, as reações foram de estranhamento, pavor ou de ironia: “Deve ser a cruza de um homem com uma cadela, ou uma mulher com um cachorro!!! Rsrsrsrsrs [sic]” ou “Ta amarrado! Kkkkkkkkk [sic]”ou ainda “Isto é o capeta isso sim [sic]”.

Entretanto, ninguém precisa mais ficar apavorado ou ter pesadelos com a bizarra criatura. A estranha e “demoníaca” criança mutante não é o cruzamento de um humano com um lobo (ou um leão, ou um rato, ou qualquer outro animal). Não, não se trata de zoofilia. E também não é alguma aberração viva.

Tamanho rebuliço, tanto aqui quanto no exterior, fez com que a polícia local do país asiático investigasse a fundo o mistério da criança lobisomem e, finalmente, conseguisse esclarecer tudo. Segundo o Daily Mail, o governo da Malásia até fez um pronunciamento oficial sobre o assunto, para esclarecer tudo e colocar um fim a todas as dúvidas. Qual a conclusão, então?

A suposta criança mutante felina é, na verdade, um simples boneco de silicone. Nada mais do que isso. É uma obra de arte criada pela artista plástica Laira Maganuco, e a mesma foi quem postou a foto do “menino lobo”. O boneco, aliás, está à venda e pode ser comprado on-line. E aí, ficou interessado em adquirir ou levar para casa?

Tecnologia revolucionária é apresentada em uma conferência da UIST 2017

Image result for UIST 2017

Pessoas que estão habituadas a jogar com o Nintendo Wii já estão mais abertas para tecnologias inovadoras que focam o controle gestual. Mesmo com algumas divergências apresentadas no desenvolvimento desta tecnologia ao longo dos anos, um produto promete ser responsável por eliminar o estigma de que esta tecnologia não é proveitosa e criar uma harmonia perfeita com outras tecnologias disponíveis.

A tecnologia rotulada como “revolucionária” permite fazer qualquer objeto do cotidiano transformar-se em um controle remoto. Você terá acesso a sua TV utilizando somente sua mão e seus dedos por exemplo, trocar de canal com uma xícara de café ou aumentar o volume da TV utilizando sua guitarra.

“Nosso método permite uma experiência muito mais fácil de controle remoto, pois você pode mudar canais sem ter que deixar sua bebida de lado, ou mudar sua posição, seja relaxando no sofá ou parado na cozinha seguindo uma receita. Você poderá até mudar o canal com seu gato de estimação”. , diz Cristopher Clarke, PhD da Escola de Computação e Comunicações da Universidade de Lancater.

Os desenvolvedores desta tecnologia são da Universidade de Lancaster e a tecnologia leva o nome de “Matchpoint: Spontaneous spatial coupling of body movement for touchless pointing”, que após traduzido fica: (Matchpoint: acoplamento espacial espontâneo do movimento do corpo para apontar sem toque). Os pesquisadores e desenvolvedores desta tecnologia apresentarão dados completos em uma conferência em Quebec no Canadá, a UIST 2017, que acontecerá nos dias 22 e 25 de outubro. As técnicas utilizadas por essa forma inovadora de tecnologia permitem uma maior interação entre movimentos, mesmo que seja o movimento de um objeto, podendo o usuário monitorar o controle das funções de um aparelho de TV com telas desenvolvidas para isso.

“O acoplamento espacial espontâneo é uma nova abordagem para o controle de gestos que funciona combinando o movimento em vez de pedir ao computador que reconheça um objeto específico”, diz Clarke.

O que difere esta tecnologia de outras tecnologias semelhantes e que não tiveram sucesso, é que ela necessariamente não precisa interagir com membros e outras partes do corpo do usuário. O algoritmo envolvido nesta tecnologia tem o foco no movimento rotativo, sendo dispensável a calibração ou a predefinição de objetos e pessoas.