Senso numérico foi observado em recém-nascidos por cientistas

Embora muitas pessoas não gostem da matemática, todos os recém-nascidos já nascem com um certo entendimento sobre os números. A habilidade extraordinária dos pequenos foi observada e publicada recentemente pelo jornal bioRxiv. Uma pesquisa italiana foi responsável por descobrir que os recém-nascidos compreendem que os números devem estar alinhados em ordem crescente, ou seja, os números maiores sempre a direita.

O mais impressionante dessa descoberta é que a habilidade foi observada em recém-nascidos com apenas dois dias de vida. Ao todo, 24 bebês com idade entre 12 horas e 7 dias (177 horas) passaram pelo experimento.

A experiência realizada pelos pesquisadores italianos teve a ajuda de imagens, sendo elas feitas com quadrados grandes na cor branco e quadrados pequenos na cor preto. Os bebês passaram por um processo de treinamento visual que foi realizado da seguinte forma, primeiro eles visualizaram 12 quadrados pretos dentro de quadrados brancos. Ao longo do experimento os cientistas intercalaram as visualizações de 4 a 36 quadrados pretos no interior dos quadrados brancos.

Para uma análise mais correta, os cientistas dividiram os bebês em dois grupos, sendo o primeiro que visualizou 4 quadrados pretos dentro de dois quadrados brancos, e o segundo grupo que visualizou 36 quadrados pretos dentro dos dois brancos. Depois de divididos, cada um dos grupos foi submetido a ver o que o outro grupo tinha visto.

Um padrão de reação foi observado pelos cientistas através de um sensor de movimento ao apresentar uma imagem diferente da qual eles estavam acostumados. O padrão observado era de que os bebês percorriam os olhos para os dois lados dos quadrados de acordo com a quantidade de quadradinhos que a imagem tinha. O mais comum foi, ao notarem 4 quadrados preto, os bebês preferiam o lado esquerdo, mas desviavam o olhar para a outra direção quando viam os 36 quadrados preto.

O comportamento dos bebês foi associado com a capacidade de pensar de uma maneira que determina o padrão crescente. Sendo assim, a compreensão de que as quantidades são destinadas a determinados lugares é uma característica espetacular que já nasce com os seres humanos.