Todas as pessoas devem fazer três refeições diárias?

Resultado de imagem para 3 refeições por dia

Os especialistas dizem que comer com mais frequência pode ser problemático para aqueles que têm problemas com o controle de porção ou algo conhecido como alimentação ligada ao estímulo, quando a visão de um alimento específico o leva a comê-lo, o que pode levar ao ganho de peso.

“A maior parte das evidências sugerem que os humanos são comedores oportunistas e se tivermos mais chances de comer, mais comeremos”, disse Levitsky. “Se as pessoas não fizeram nada além de eliminar lanches, sua ingestão de calorias total diminuirá”.

“Se você quiser comer pequenas refeições frequentes, dê uma olhada em sua meta de calorias diárias e divida-as. Se você está com uma dieta de 1.500 calorias, você poderá fazer cinco mini-refeições de 300 calorias,” afirma a nutricionista de Nova York, Martha McKittrick.

Três refeições por dia podem ser o suficiente para algumas pessoas, no entanto, um pequeno lanche rapidamente não pode se transformar em um lanche maior, como no caso das nozes. “As nozes são super saudáveis, mas algumas pessoas não conseguem parar quando começaram a comer nozes, e isso pode ser um problema”, disse McKittrick.

O ambiente também desempenha um papel. Se o seu escritório tem uma cozinha cheia de lanches gratuitos, é muito mais fácil entrar e pegar algo como batatas fritas ou cookies em vez de planejar suas próprias refeições saudáveis e levá-las. Trabalhando em casa, com acesso constante à cozinha, esta situação pode apresentar desafios semelhantes.

E então há outros que simplesmente não querem se incomodar em se alimentar o dia inteiro. “Alguns só querem comer e fazer isso, então eles não fazem nem mesmo pequenos lanches. Eles estão realmente ocupados, e eles simplesmente não têm tempo para lidar com isso. No cado dessas pessoas, o melhor seria realizar três refeições por dia.”

A conclusão é que qualquer estilo de alimentação pode oferecer benefícios para a saúde e perda de peso. Mas o que mais importa é o que funcionará para você.

“Talvez, de uma forma mais rigorosa, possamos testar as pessoas para determinar qual a frequência alimentar ideal, mas, entretanto, provavelmente é melhor simplesmente perguntar como você se sente”, disse McKittrick.

Outros especialistas concordam. “A frequência da refeição não afeta a taxa metabólica e, portanto, não tem efeito direto sobre a perda de peso”, disse Carla Wolper, nutricionista e consultora de nutrição registrada no programa de avaliação de Saúde Executiva ColumbiaDoctors, que passou 25 anos na faculdade de nutrição da New York Obesity Nutrition Centro de Pesquisa.

“Se você diminuir o número de ocasiões para comer, sua ingestão calórica total também diminuirá”, disse David Levitsky, “professor de nutrição e psicologia da Universidade de Cornell”. “As pessoas pensam que se você pular o café da manhã, você vai comer demais mais tarde e isso não acontece. Sua ingestão aumenta, mas não é quase a quantidade que você pulou”.