Carrie Fisher pode virar uma Princesa da Disney graças a petição feita por fãs

Após a morte prematura de Carrie Fisher, em dezembro, os fãs pediram que a icônica personagem interpretada pela atriz em Star Wars, Princesa Leia, vire uma das princesas da Disney.

 

A iniciativa popular, divulgada através de Change.org, será encaminhada para o diretor executivo da Walt Disney Company, Bob Iger. A petição já conta com mais de 90 mil apoiadores.

 

“Após a trágica perda de Carrie Fisher sentimos que seria apropriado que a Disney colocasse um fim à regra de que uma princesa oficial da Disney deve ser uma animação, e converter a Princesa Leia em uma dessas princesas. Seria uma maneira maravilhosa de homenagear Carrie e dar boas-vindas a uma nova propriedade da Disney que é amada por milhões de pessoas”, diz o texto da petição.

 

“A Disney tem princesas e Leia era uma princesa. Após a morte de Carrie, eu acho que é hora de mudar as regras”, disse Cody Christensen, o autor da petição, em uma entrevista ao portal Geek Magazine.

 

Carrie Frances Fisher morreu aos 60 anos em 27 de dezembro de 2016. Primeiramente, a atriz sofreu um ataque cardíaco enquanto estava em um avião, mas conseguiu ser salva por uma ressuscitação cardiorrespiratória e logo em seguida foi levada ao hospital.

 

Nascida no dia 21 de outubro de 1956, Fisher teve Shampoo, de 1975, como seu primeiro trabalho no cinema. Apenas dois anos depois ela participou do filme mais importante de sua carreira: Star Wars – Episódio IV: Uma Nova Esperança, papel que a tornou um ícone da cultura pop. Sua personagem, Princesa Leia, apareceu nos episódios IV, V, VI, VII e também dará as caras no VIII, mesmo após a morte da atriz.

 

Seu maior papel foi na obra de George Lucas, mas Fisher também participou de filmes como As Panteras, Hannah e suas Irmãs, Irmãos Cara de Pau e Harry & Sally: Feitos um Para o Outro. Além disso, ela também fez aparições em algumas séries como Uma Família da Pesada, The Big Bang Theory e Sex & The City

 

Porém, nem tudo na vida da atriz foi tão bom assim. Ela passava por uma vida pessoal conturbada, com um transtorno bipolar que a levou a abusar de álcool e drogas. Já nos últimos anos ela virou também um forte ícone na conscientização da saúde mental.

 

Com sua morte, Carrie Fisher deixou uma filha, Billie Lourd, que também é atriz e foi quem informou ao mundo sobre a morte da mãe.